domingo, 4 de março de 2012

Convenções

É uma pena que cresçamos tão condicionados pelas convenções banais. Que cresçamos a acreditar que existem modos de agir confinados a determinados contextos; que nos levem a reprimir a espontaneidade dos nossos actos. Tudo seria tão mais fácil se nos libertássemos destas convenções que nos inserem no rebanho. Nunca ninguém fez a diferença por ser igual a toda a gente... e há modos de pensar e de viver tão castradores, tão limitativos, que nos fazem agir da mesma forma todos os dias, que nos fazem acreditar em certas coisas só porque si e a não mudar só porque não!...

E porque não levar a vida de uma forma leve, sem este tipo de compromissos que não nos levam a lado nenhum e que só nos dispendem energias e tempo? Não temos porquê limitarmo-nos desta forma...


Inté*

9 comentários:

L.O.L. disse...

Gostei do teu desabafo. Penso do mesmo modo:D

guess disse...

Eu tenho uma cadela com 12 anos que, convertendo para um humano, deve representar mais de 70. E ela salta, rebola-se, tirando as limitações físicas, faz as parvoíces todas que os cães fazem com muito prazer e alegia, independentemente da idade.
Depois tenho os amigos, familiares, conhecidos... alguns mais novos, outros mais velhos do que eu, mas todos confinados àquelas regras parvas, às convenções.
Acreditas que me sinto melhor na companhia e a "conversar" com a cadela do que com eles?
Com ela posso dizer tudo e ter comportamentos ditos "estranhos".
Com eles nem converso, só para não me irritar.

Pretty in Pink disse...

Concordo contigo....Parece que nos querem formatar a mente logo à nascença, em vez de criarmos as nossas próprias crenças pelas experiências de vida que vamos tendo...

Beijinho*

Deia disse...

Devemos ser mais do que pessoas superficiais, levar as coisas de forma leve, e sem desperdiçar o tempo. Concordo em absoluto contigo! Uma boa semana! :)

Estudante disse...

L.O.L.: ;)

guess: quanto mais conheço as pessoas, mais gosto dos animais :P há cães que só lhes falta falar!
Eu acho que se não prejudicarmos ninguém, podemos fazer tudo o que quisermos... não há que ter vergonha :)

Pretty in Pink: ;)

Deia: nem mais! Uma óptima semana também para ti :)

Néua disse...

Este teu post hoje fez-me bem :) veio no momento certo, e no dia certo!

Hoje que fui espontânea, diferente, estranhei, entranhou e até elogiada eu fui ;)

Ou seja, marquei a diferença e no final das contas soube bem essa diferença :P

Corina de Oliveira disse...

Há sempre esse afastar tanto benigno como maligno...

Miss Worm disse...

Mais uma para o teu grupo !!! Penso como tu!

Estudante disse...

Néua: :P como é que eu adivinhei??

Corina de Oliveira: claro. O ideal é encontrar um equilíbrio ;)

Miss Worm: ;)