terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Coisas verdadeiramente estranhas

Quando no Verão estive em França com a minha irmã, uma das coisas que mais gostávamos de fazer, era visitar as brocantes (uma espécie de feirinhas em que as pessoas vendem aquilo que já não precisam e onde às vezes se encontram coisas realmente engraçadas). Foi preciso chegar a um dos últimos dias da nossa estadia para encontrar aquilo que eu realmente queria: partituras.
 
Por tuta e meia consegui trazer para casa um molho valente de partituras, algumas já bastante antigas. O meu objectivo era mandar encaixilhar algumas delas para depois colocá-las no nosso corredor. Uma das peças, intitulada "La Voix des Chênes", tem mais de cem anos e foi a primeira a ser colocada numa moldura. Só depois de a ter pendurado na parede, reparei que no canto superior esquerdo, estavam escritos a lápis, com uma letra bastante cuidada, dois nomes: o meu e o da minha irmã, mas em francês.
 
Curioso, não acham?
 
 
 
Inté*

6 comentários:

Estupidez (em) Crónica disse...

A sério? Que giro! Ele há coisas... ;)

Ju disse...

Que engraçado, há coincidências deliciosas :)

Estudante disse...

Estupidez (em) Crónica: como dizem os ingleses, foi um pouquinho creepy :P

Ju: há mesmo :)

Paula disse...

Quem disse que não há coincidências?...

ateaoscem.com disse...

O teu nome e da tua irmã? Sem ninguem saber? Hum...premonição de alguma coisa...deixa me adivinhar, o vosso ultimo nome é Carvalho (chêne)??

XL

Estudante disse...

Paula: ;) esta foi muito boa!

XL: ahaha :P por acaso não é Carvalho! Estão lá os nossos nomes próprios!...