quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Mal-educado!

Não sei se já repararam naquela tendência que as pessoas têm para nos chamarem mal-educados quando dizemos algo que não lhes agrada.
 
Se apresentamos queixa porque o atendimento é demasiado lento, somos mal-educados; se advertimos alguém para que não fale tão alto, somos mal-educados... Efectivamente, há muita gente que se expressa mal e pensa que a defesa dos seus direitos passa obrigatoriamente por um monte de berros e carvalhadas. Mas na maioria dos casos, isso não acontece e somos injustamente acusados de "bruta-montes", "sem respeito" e outras coisas mais.
 
Pois eu, quando acho que tenho razão, digo-o sempre. Sem carvalhadas e sem histeria, claro. Chamem-me mal-educada ou o que quiserem. É à custa de muita gente "bem-educada" que as coisas nunca mudam...






Inté*

7 comentários:

anokas disse...

Por acaso nunca me aconteceu, se calhar sou desses "bem educados", é que às vezes nem vale a pena e para ouvir coisas como essa do "mal educada" sinceramente prefiro estar caladinha :)

ateaoscem.com disse...

Sem Carvalhadas não é a mesma coisa

Estudante disse...

anokas: :P bem, talvez em certas situações o silêncio seja uma boa hipótese!...

ateaoscem: ahaha xD perde-se uma parte do espectáculo é verdade...

Paula disse...

Chamar mal-educado a alguém só porque está a contrariar... diz muito da falta de bons argumentos!

Estudante disse...

Paula: normalmente é o que as pessoas dizem quando não têm mais nada que dizer!...

faa m. disse...

Eu sou tão mal educado por me queixar logo quando algo não me agrada..

Estudante disse...

faa m: :P temos de ir manifestando o nosso desagrado!...