quinta-feira, 23 de junho de 2011

Pois é... não sou flor que se cheire II

Ao pé da casa dos meus avós, existe um tanque junto a uma descida. Um dos lados encontra-se ao nível do chão e por isso é muito fácil chegar à água se nos ajoelharmos ou nos colocarmos de cócoras. Um dia, tinha eu os meus cinco anos, mais ou menos, a minha irmã estava a brincar na água com um barquinho de papel.

"Que estás a fazer?"
"Estou a brincar com o barquinho. Não me empurres!"

O que tu foste dizer! Daí a um minuto: SPLASH! Lá foi ela..



Inté*

2 comentários:

Besta Artista disse...

E diz-me lá sinceramente quem é que nunca foi mauzinho a esse ponto? ;)

Estudante disse...

És capaz de ter razão x) mas é que a mim, a minha irmã nunca me fez nada disto, coitadita. Era a minha cobaia! :P