segunda-feira, 6 de agosto de 2012

(Eu e a minha dificuldade para encontrar títulos)

Há quem pense que pode mudar o Mundo. Há quem pense que pode mudar as pessoas só pelo facto de gostar delas. Tantas vezes se vê quem fique com alguém porque acredita piamente que o amor é capaz de alterar defeitos e limar arestas!... É quase tão descabido como comprar um par de sapatos à espera que mude de cor. O amor pode ser um sentimento muito forte, arrebatador e, porque não, demolidor, mas só muda quem quer mudar.

Nem penso que seja inteiramente justo esperar que outra pessoa mude para se adequar àquilo que somos.
Quem somos nós para impor a nossa vontade? Quem somos nós para pensar que podemos moldar o outro consoante o nosso desejo? Às vezes, tenho a sensação de que as pessoas se apaixonam não pela pessoa em si, mas pela imagem que criam dela, pela pessoa que esperam que ela seja e que nem sempre chega a ser.


 

Inté*

14 comentários:

Luciano Craveiro disse...

Excelente reflexão. A minha primeira namorada bem me tentou moldar à imagem dela... mas foi tudo inútil. Nunca poderia mudar de cavalo pra burro. eheheheheheheheh:)))

Dj LionMaster disse...

Daí as pessoas terem que se conhecer a fundo... o que nem sempre acontece e leva a isso mesmo!...
Não penso que temos de nos moldar, mas há formas de nos ir-mos adaptando um ao outro.
Nem sempre resulta... e hoje em dia é mais facil romper um relacionamento que ter a paciencia necessaria para as pessaos se conhecerem!... :)

Miss Worm disse...

O grande problema, cara Estudante, é que no principio das relações, muita gente não se dá a conhecer, vende um teatro encenado da pessoa moldada aos gostos do outro...só para que a coisa comece e até dê certo... quando dão por ela já está um a pedir ao outro para ser o que não é, a cobrar onde não há divida e o pano....cai !!

Estudante disse...

Luciano Craveiro: ahaha :P

Dj LionMaster: sim, temos sempre de nos adaptar à outra pessoa e ela a nós, isso é verdade :)

Miss Worm: pois, infelizmente, isso também acontece =\

Pretty in Pink disse...

É verdade sim senhor...Ainda hoje andei a pensar sobre essa temática =P

Beijinho*

mary disse...

Isto é muito comum de se ver. Ja vi em amigos da carteira do lado, ja vi acontecer comigo propria... ate que interiorizei que existe um pé para cada sapato. E tentar mudar as pessoas para serem "melhores" (quem sabe o que é melhor?) ou mais parecidas com o que gostariamos é errado...

Ju disse...

é verdade pois! Eu acho que é uma tontice esperar que alguém mude por nós, até porque isso não faz qualquer sentido...quando se ama, ama-se a pessoa como ela é, mas quantas relações são assim...

Patrícia disse...

É verdade, gostei muito de ler isto, a serio :)
Há coisas que não entendo...

Estupidez (em) Crónica disse...

Acho que não precisamos necessariamente de mudar ou fazer mudar... Moldar talvez seja a palavra mais certa. Isto é, se por exemplo eu odiar teatro mas o meu namorado/marido adorar, não custa muito eu fazer o sacrifício de ir com ele. Este exemplo é muito redutor, mas acho que dá para perceber a ideia ;)

...Ju... disse...

há pessoas que têm muita facilidade de perderem a sua identidade, e inventam os motivos mais parvos para isso... é triste!

(goza com o livro, goza... tb lá chegas! :P)

L.O.L. disse...

Não concordo com o que foi dito por Estupidez (em) Crónica. Eu nunca seria capaz de ir assistir a um concerto do Tony Carreira. lololololololololololol=))

Estudante disse...

Pretty in Pink: ;)

mary: "quem sabe o que é melhor?" nem mais! :)

Ju: sim... concordo! :)

Patrícia: ;)

Estupidez (em) Crónica: sim, eu percebo o que queres dizer :) mas isso não implica mudar os nossos gostos... é apenas uma atenção que temos para com o outro :) eu pelo menos penso assim :P

...Ju...: é triste! Ahaha x) sim, desse não me safo!

L.O.L.: Tony Carreira também não é o meu artista favorito :P

aNaMartins disse...

tens mesmo muita razão nisso que escreves, e as pessoas não devem mudar, mas moldar-se e adaptar-se aceitarem-se e conjugarem-se umas com as outras, sem esse esforço não vale a pena insistir. O amor por si só não chega..

Estudante disse...

aNaMartins: ;)