sábado, 2 de maio de 2015

Onde caem os passarinhos

Foi enquanto limpava o jardim que notei um corpo pequenino, delicadamente pousado nuns ramos de rosmaninho. Eram umas asinhas pequenas, cujo último esforço tinha sido cair num arbusto perfumado, num qualquer canteiro de que não eram donas. Mas por se tratar de um animalzinho especial, que Deus bafeja com o dom de correr o céu, nenhum pouso lhe é negado, sobretudo aquele em que deve dormir para sempre. Imaginei-o a descer devagarinho, num rodopio lento e dançado, com as asas ao redor do corpo franzino, para depois se aconchegar delicadamente entre as folhinhas. E um último suspiro do peito, arcabouço pequenino de açúcar.
 
Onde cairão todos aqueles passarinhos que vemos por aí nos telhados e a voar agora na Primavera?... Só de vez em quando encontro um ou outro por aí. Quase que acredito que quando morrem, têm direito a um lugar especial só para eles. Ficarem adormecidos no chão só se for por descuido de quem olha por eles. Aliás, tenho quase a certeza de que amanhã, se espreitar o rosmaninho do jardim, já não há passarinho. Notado o engano, ele foi imediatamente levado para esse lugar especial onde corre uma brisa muito leve, de asinhas pequeninas que batem em direcção ao infinito.
 
 
 
Inté*

10 comentários:

o bo(l)bo da corte disse...

Talvez nunca cheguem a cair. Nem faz muito sentido descerem, para depois subirem ao céu. Se calhar os passarinhos caem para cima, por isso é que não encontramos muitos. Só caem os passarinhos pecadores. ahah

Agora a sério.
O texto está maravilhoso. Esse teu lado poético está cada dia mais refinado. :)

Til disse...

Este teu texto é tão fofinho,tão ursinho de peluche!!!
Adorei*

Estudante disse...

o bo(l)bo da corte: sim, se calhar caem para cima :P gostei dessa segregação entre passarinhos pecadores e não pecadores ahah!

Til: :)

Gaja Maria disse...

A minha mãe tem no jardim uma palmeira enorme, onde na primavera habitam centenas de passaritos, acredita, nunca vi nenhum caído :))

Timtim Tim disse...

Romântico...

Estudante disse...

Gaja Maria: vês? É isso que eu digo :)

Timtim tim: :)

Paula disse...

Ternurinha!...

Opinante disse...

Que post mai fofi :P

Estudante disse...

Paula: :)

Opinante: :)

Sílvia Maria disse...

Também poderá ter caído de repente, em alta velocidade, fazendo um som estupidamente seco ao pousar...
Não deixa de ser fofo :)