sábado, 7 de janeiro de 2017

O bebé da vizinha

Estou aqui a estudar e a minha vizinha de cima tem visitas. E essas visitas têm um bebé.
É um bebé que passa a maior parte do tempo a chorar. E eu ouço o puto a chorar e as palhaçadas dos pais para tentarem acalmar o berreiro. Um choro de um minuto não é coisa para me incomodar, mas tocar o disco muitas vezes torna-se um bocado aborrecido. Só mesmo o imaginar as figurinhas dos pais para aliviar um bocado a tensão. 
Todos fazemos figurinhas totós com os bebés, não é? Quase nos convencemos que é menos ridículo imitarmos um macaco em frente a um bebé do que em frente a um adulto. Eu confesso que sempre fiz essas figuras com todo o gosto. O que eu queria era ver o bebé esbugalhar os olhos a rir.

Estou quase a subir as escadas para ir lá acima oferecer os meus dotes totós.
Este bebé chora tanto que já não chora; ele parece que chove.


Inté*

6 comentários:

м♥ disse...

Quando viemos morar para este apartamento quase não havia ninguém. Penso que era só mais um casal e um apartamento que está constantemente a ser alugado a pessoas diferentes. Entretanto começaram a mudar-se outras pessoas e eu achei que íamos perder o sossego. Já para cá vieram 3 casais, todos eles já traziam um bebé de meses e/ou acabaram por ter mais bebés. Nunca ouvi um choro, uma birra, nada! Os estes bebés são uns santos ou o prédio tem um isolamento sonoro incrível. A verdade é que ouço mais vezes pessoas adultas do que as crianças que cá moram. Não sei se conseguiria viver num prédio com bebés que choram a toda a hora, logo eu, que tenho um sono leve e acordo com qualquer barulhinho.

Estudante disse...

M: estás cheia de sorte :D

Gaja Maria disse...

Quando estão em modo birra não há nada que os faça rir :))

Estudante disse...

Gaja Maria: também é verdade :)

Portuguesinha disse...

De visita não deve incomodar muito.
Seria pior se a tua vizinha fosse a mãe do bebé. Ele moraria para sempre aí, a «chover» todo o dia :)


Há bebés que choram muito. Berram.

Moa disse...

coitados dos pais, falo eu mãe de uma bebé bastante chorona :( quando chora, fico sempre a pensar nos coitados dos vizinhos.