sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Dona A.

A minha paciente teve alta ontem. Na verdade, a nota de alta já tinha sido escrita há uma semana, mas a dona A. não se encontrava em condições de voltar para casa, uma vez que não tinha ninguém que pudesse cuidar dela e do marido. A solução que encontraram foi levá-la para um Lar a uma centena de quilómetros de casa. Tenho o triste pressentimento de que a dona A. vai ficar mais doente agora que está longe do marido e das coisinhas dela.

"Olhe minha querida, nunca pensei que viesse a ter uma velhice tão triste!..."

No penúltimo dia fiz-lhe uma rosa de papel e ofereci-lha. Infelizmente, no dia em que foi embora já não pude despedir-me dela. Espero que a tratem bem e que regresse a casa brevemente.


Inté*

15 comentários:

L.O.L. disse...

Não vejo qualquer diferença entre Lares e Estabelecimentos Prisionais:(

Mim disse...

A velhice mete meeedo!
Este país não é para velhos.

Estudante disse...

L.O.L: =\... eu conheço quem trabalhe num lar e na verdade as pessoas entram bem e acabam por "definhar" ali...

Mim: mesmo! E cada vez temos mais idosos. Precisamos de nos adaptar urgentemente a esta situação.

XL disse...

Desde pequeno que me lembro de dizer à minha mãe que não queria ser velho...mas para lá caminho

Miss Worm disse...

Caraaaambas! Tenho tanto medo de envelhecer ( só porque essas coisas)!

Xs disse...

Essas coisas deixam-me completamente desaanimada!Não sei como lidar com a velhice!
Só espero nunca falhar para com os meus pais!
Dói-me a alma ao ver alguns velhinhos!
:(

Susi disse...

Ooh, coitada da senhora. É triste de facto :( mas tu foste muito fofinha com ela :) sei bem que isso a deixou um pouquinho mais animada :) *

Mim disse...

Ou deixá-los morrer... cabrões dos velhos, que já não servem para nada.
Sabes o que apetece?
Pegar num daqueles aviões dos incêndios, enchê-lo de gasolina, regar o país e pegar-lhe fogo.
Acho que hoje devia ter mordido em alguém... vontade não me faltou todo o dia.

Angie disse...

O nosso problema é o aumento da esperança média de vida nnão ser acompanhado pelo aumento da qualidade de vida =S
E é tão triste quando nos entram nos serviços no natal e na páscoa porque a familia não os quer :'(
Para mim os idosos são os melhores pacientes, amigos, tudo..até vou fazer a monografia sobre isso ^.^
Boa sorte querida **

Marta disse...

é tão triste quando vemos os nossos "velhos" muitos deles com umas historias lindas e com tanto para nos ensinar, tem este começo do fim. Longe do amor de uma vida.
beijinhos

Estudante disse...

Miss Worm: também eu!...

Xs: tens toda a razão. Mas às vezes os filhos estão longe e parece que o lar é a única solução :\...

Susi: espero bem que sim :)

Mim: há coisas que revoltam mesmo.

Angie: ora é isso mesmo! Queremos viver o mais possível mas não garantimos qualidade de vida. Obrigada e boa sorte para a monografia! :)

Marta: a nossa cultura é ingrata para com os idosos... no oriente não é assim. E agora que dizes isso, "do amor de uma vida" ainda me parece mais triste...

Estudante disse...

XL: os teus comentários têm vindo parar ao SPAM... não sei que raio se passa com este blogger =\

Paula disse...

Há que dar os parabéns as(os) assistentes sociais que tomaram essa decisão... desejo vivamente que lhes venha a acontecer o mesmo, quando chegarem à idade da Dona A.

O mais importante são mesmo os amores de uma vida, como a Marta diz...

Estudante disse...

Paula: de facto é difícil perceber o porquê de certas decisões...

Estudante disse...

Paula: de facto é difícil perceber o porquê de certas decisões...