quarta-feira, 16 de abril de 2014

Preguiçaaa... vai de retro!

Uma pessoa pensa que cresce e que as coisas mudam e depois dá uma espreitadela em posts mais antigos (neste caso de 2011) e dá de caras com isto: 


"Há quem diga que a preguiça é mãe de todos os vícios e mãe é mãe e deve ser respeitada... mas que mãe é esta que se apodera de nós de uma forma quase irreversível e contribui para a nossa baixa produtividade??? É que hoje acordei assim, sob a mão impiedosa desta senhora que não me quer deixar trabalhar e me alicia constantemente para o ócio e distracção...

És mãe uma ova, ouviste?!"

Hoje estou na mesma... afinal as coisas não mudaram assim tanto.

Inté*


9 comentários:

Jedi Master Atomic disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jedi Master Atomic disse...

Mas as mães são mesmo assim. Não percebo a duvida :P

JS disse...

A preguiça é uma arte, pá. Não é preguiçoso quem quer: é necessário talento. Ta lento, ou ta mesmo parado... ahahahah

SuperSónica disse...

Ohpah...há dias em que a preguiça se instala de uma maneira...não interessa teres 20 ou 30 anos, quando ela vem há que respeitar :P

Pedro P. disse...

As coisas mudaram. A preguiça da Estudante é que parou no tempo. ;)

Patrícia disse...

Eu hoje também estou assim xD

Estudante disse...

Jedi Master Atomic: ahah :P não, as Mães têm de nos incentivar a fazer coisas boas...

JS: há por aí tanto artista então :P

SuperSónica: não temos mesmo outro remédio!... :D

Pedro P.: e a Estudante parou com ela :P

Patrícia: mau Maria :P

Audrey Deal disse...

ahahah adorei!

Estudante disse...

Audrey Deal: hoje já estou melhor :P