terça-feira, 29 de dezembro de 2015

O Avô não era de lamechices...

... mas há uns dias, disse que não ia morrer.

"Então porquê, Avô?"

"Porque tenho duas netas médicas!"

E senti um baque. Quase lhe disse como dizemos aos meninos pequeninos: isso não se diz! 

Claro que eu nunca vou conseguir evitar que as pessoas que eu amo acabem por morrer um dia, ou fiquem doentes. Talvez essa seja das maiores frustrações de um médico. Mas o Avô tem razão. Ele não vai morrer; não por sermos médicas, mas por gostarmos muito dele. Eu acredito que enquanto alguém transporte consigo a nossa lembrança e as nossas saudades, não morremos.

No fim, rematou com um dito popular:

"Há duas coisas que não podemos compreender: como é que os padres vão para o inferno e os médicos se deixam morrer!"

Sinceramente, custa-me mais compreender como é que os padres vão para inferno.



Inté*

14 comentários:

esperto que nem um alho disse...

As memórias são a única maneira de enganar a morte. :(

Por acaso já tinha pensado o que teria seguido a outra gémea, mas não me senti à-vontade para perguntar. :)
Acho que o avô deve estar muito orgulhoso das netas inteligentes que tem.
Parabéns. :)

S* disse...

Oh, nem penses nisso. <3 Força.

Estudante disse...

esperto que nem um alho: podes perguntar à vontade ;) obrigada!

S*: :)... não vale a pena pensarmos em certas coisas, não é? Obrigada ;)

Maria do Mundo disse...

Que engraçado, o meu avô também dizia isso, por causa das duas manas minhas primas direitas. E não, não morreu porque nós estamos sempre a lembrar-nos dele.

Portuguesinha disse...

Ele sabe que é mortal.
Está a brincar com a própria idade e com o inevitável porém, de data desconhecida.
E é verdade: enquanto alguém se lembra, a pessoa permanece viva. Nos corações e lembrança, que é onde realmente se vive eternamente.

Este natal voltei a lembrar-me de uma senhora que conheci muito pouco quando era criança. Já faleceu faz tantos anos que mal recordo. Quase 30. Mas ainda está viva :) Porque não fui só eu a lembrar :D

Bom ano.

Estudante disse...

Maria do Mundo: :)

Portuguesinha: vamos lembrando e "revivendo" as pessoas ;)

estrela disse...

Gostei muito deste dito do teu avô!
um homem sábio!

Estudante disse...

estrela: :)

Pink Stuff! disse...

Ohhh! Gostei!<3
Assim... simples!

A Polegarzinha disse...

Foi um dito carinhoso! :)

Estudante disse...

Pink Stuff!: :D

A Polegarzinha: o Avô é assim ;)

Ana D. disse...

Foi uma forma de dizer que tem muito orgulho nas netas :)

K disse...

Minha nossa...
Hoje, completam-se 4 anos sem o meu Avô. Isto fez-me chorar. Mas só posso concordar. Ninguém morre, enquanto estiver connosco, no nosso coraçãozito!

Estudante disse...

K: oh :( lamento muito! Mas ele está contigo, tenho a certeza! :) força!