quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Ideias que surgem durante um estudo que deveria ser mais aplicado...

Às vezes, tenho realmente pena que percamos a espontaneidade que nos caracteriza em pequenos. Que deixemos para trás aquela maneira simples de ver as coisas, que deixemos de acreditar que a dor passa com um beijo... que passemos a aceitar tacitamente as convenções que a sociedade nos impõe. Tenho pena que percamos tantas (demasiadas!...) vezes a oportunidade de nos expressarmos porque não "fica bem" ou porque  "não é assim que se faz".

Seria bom se nos libertássemos destes freios e cordas que nos prendem às ideias de toda a gente, que nos automatizam e que nos levam nestas vagas tão comodistas. Não percebo porque é que nos continuam a instruir no sentido de sermos todos iguais... não percebo, e é uma pena que assim seja.


Inté*

11 comentários:

eu-sou-eu disse...

Epá, primeiro post que leio teu e já fiquei fã!
Eu continuo a ter esse lado de criança, apesar de já ter 22 anos xD

Gasper disse...

É mesmo! Por isso é que adoro as conversas das crianças, são sinceras e espontâneas. Tenho saudades da minha maior preocupação ser fazer a lista para o pai natal ou que boneca brincar :)

Susi disse...

Ihih, uma prof minha dizia que devíamos ser mais como as crianças e continuamos a surpreender-nos, deslumbrarmos-nos e apaixonar-nos pelas pequenas coisas da vida, aquelas que nos deixam com aquele "Ohh :o" na cara ahah :p é bem verdade o teu post.

Mim disse...

Tu ainda és novinha, mas como miúda culta que és, já deves conhecer isto.
Nunca é demais rever.
Outra versão também interessante.

Estudante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Estudante disse...

eu-sou-eu: obrigada! :P eu acho bom que preservemos as coisas boas de quando se é pequenino...

Gasper: ora, é isso mesmo ;)

Susi: opá, esse "Oh" é tão giro! x)

Mim: por acaso conheço :) E não acredito que haja alguém que não conheça... grande sentido de oportunidade, o teu ;) obrigada!

eu-sou-eu disse...

Eu também acho bom :) Quando alguém me diz que tem uma dor, eu mesmo estando ligada à área de saúde e devendo levar as coisas para o lado científico, a primeira coisa que pergunto é se querem um beijinho :$ xD

Mim disse...

Nem imaginas a quantidade de gente que conhece mas não entende ahahahah.
Aliás, deve ser por isso que "eles" são a minoria, mas têm a maioria... alguém lha deu.

Estudante disse...

eu-sou-sou: oh, isso é querido da tua parte ^^

Mim: pois, isso já é outra história :P exactamente!

Miss Worm disse...

Faz parte de crescer.... por isso é que custa! Ainda assim acho que é como uma feijoada... é preciso comer em boa dose! Nunca devemos deixar de ser, seja o que for, se isso nos caracteriza ! Eu , pelo menos, sou assim, por isso menos me dizem que tenho o nariz empinado e a resposta na ponta da língua desde bebé :)...daqui a uns anos vou andar de bengala empinada, quem sabe??! Perder os traços é que não! A sociedade tira-nos mais do que nos dá, por isso ela que vá bugiar :)

Estudante disse...

Miss Worm: bengala empinada xD ahaha! muito bom!