sábado, 10 de dezembro de 2011

Top 10

A Pink Stuff! deixou-me um comentário simpático neste post e sugeriu que eu divulgasse a minha lista de livros Top Ten. Na verdade, não vou enumerá-los exactamente por ordem de preferência porque os adorei a todos... Então aqui vai:


1 - O Principezinho de Saint-Exupéry:
Não concordo que seja um livro infantil. Na verdade, acho que é necessária uma certa maturidade para se apreender correctamente as palavras de Exupéry. Já o li umas quantas vezes e, de cada vez que o leio, descubro algo novo. 

2 - Em Memória de Todos os Meus de Max Gallo:
Nunca vi este livro à venda. Uma amiga da minha Manhê encontrou-o num alfarrabista em Lisboa. Conta a história verídica de um Judeu na II Grande Guerra que consegue escapar de um campo de concentração. Espectacular!

3 - As Brumas de Avalon de Marion Zimmer Bradley:
São quatro volumes que contam as lendas do Rei Artur. Apesar do conteúdo e contexto mágico, não são livros "estupidamente" fantásticos, daqueles que lemos sempre com a sensação de que tudo aquilo seria impossível. Na verdade, são bastante reais!...

4 - O Velho que Lia Romances de Amor de Luís Sepúlveda:
Já o li há muitos anos, por isso tive de recorrer à contra-capa. É um livro muito, muito bom! "O Velho que Lia Romances de Amor conta a história de António Proaño, um homem que vive numa aldeia isolada no interior da floresta e que um dia é forçado a partir em perseguição de um predador que assola as proximidades, atacando pessoas e animais."

5 - O Abissínio de Jean-Christophe Rufin:
"Relato das extraordinárias viagens de Jean- Baptiste Poncet, embaixador do Negus junto de Sua Majestade, o rei Luís XIV" . Conta a história de um curandeiro que faz uma longa viagem para tentar curar um rei a quem muito poucos têm acesso. Há ainda um romance envolvido, como não poderia deixar de ser. Muito, muito bom!

6 - A Filha do Capitão de José Rodrigues dos Santos: aqui.

7 - O Pianista de Wladyslaw Szpilman:
Mil vezes superior ao filme (que já por si é excelente!) e com pormenores que o realizador preferiu não nos dar a conhecer. Foi o próprio "Pianista" que o redigiu, embora o tenha mantido escondido durante muitos anos. Mais tarde, é o seu filho que o encontra e decide publicá-lo.  É um livro pequenino que vale a pena.

8 - Retalhos da Vida de Um Médico de Fernando Namora:
Relata os episódios verídicos mais caricatos de um médico de província durante os anos '40/'50, se não me engano. Achei-o interessante por nos dar a conhecer o modo de vida dos "mais antigos" e de como a Medicina era encarada nessa época. Desengane-se quem pensa que é um livro apenas para médicos ou aspirantes a médicos! Além disso, tem excertos realmente hilariantes.

9 - Convite Para a Morte de Agatha Christie:
Um grupo de pessoas, convidado por um desconhecido para uma estadia numa moradia isolada, vai-se tornando cada vez mais pequeno à medida que um assassino entre eles vai cometendo sucessivos homicídos. O fim é imprevisível e impressionante.

10 - Solidão no Gelo de David Howarth:
Um grupo de homens que durante a II Guerra Mundial tem a missão de sabotar uma base aérea alemã, na Noruega. Só um deles, Jan Baalsrud, sobrevive após os alemães terem descoberto o plano. É também uma história verídica de quem tenta escapar à morte pelo regime nazi.


E vocês? Qual o vosso livro favorito?


Inté*


PS: um leitor fez-me notar uma incorrecção no post em que falo d' A Filha do Capitão. Em vez de referir o livro "Sétimo Selo", escrevi "O Último Selo". Peço desculpa pelo erro.



23 comentários:

Poison disse...

Para além d'"A filha do capitão", já tive oportunidade de ler o "Retalhos da vida de um médico" e tens toda a razão, não se trata de um livro para médicos!

Bird disse...

Já é meio cliché mas a verdade é que não deixou de ser o meu favorito: Perfume, a história de um assassino!

Miss Worm disse...

Desta lista acreditas que só li o primeiro ?! Eu sou uma vergonha confesso! O ultimo que li foi o " comer, orar e amar".... Já se nota a minha queda para a leitura não ??

Mim disse...

Tenho sempre muita dificuldade em enumerar os livros que mais me marcaram (filmes então, nem se fala).
Há um livro que me marcou muito mais do que qualquer outro. Talvez porque retrata uma realidade com que me identifico muito, até por ser passado na zona onde nasci, porque o tema central é a luta dos pobres, o trabalho infantil, os meninos sem infância. Pondo de parte uma certa carga ideológica, porque o autor era, assumidamente, comunista, sem dúvida que "Esteiros" de Soeiro Pereira Gomes, foi o livro que me marcou. Não digo que seja o melhor. Foi aquele em que mais me sentia fazendo parte do enredo, que estava ali retratada uma boa parte da minha vida e dos meus irmãos e pais...
Depois há toda a obra de outro grande escritor da mesma região, que li, sofregamente, quase na mesma altura dos Esteiros. Estou a falar de Alves Redol (não, não sou comunista, estejam descansados que não como criancinhas lol) e de livros como "Os Avieiros", "Gaibéus" "Constantino, Guardador de Vacas e de Sonhos"...
"Aldeia Nova", "O Fogo e as Cinzas" de Manuel da Fonseca.
"As vinhas da Ira" e "Batalha incerta" de John Steinbeck.
Adorei "Os Maias" e "O Primo Bazílio", os únicos que li do Eça, suponho e só para não ficar a ideia de que só li comunistas. ahahah
Agora é que sou uma desgraça... já tenho a vista cansada, tenho a internet a chamar por mim e leio dois ou três livros por ano, os que me oferecem nos anos e no Natal.
E o meu comentário é aquilo a que se pode chamar "um comentário à velho": comprido e chato ahahah.

Pink Stuff! disse...

ADORO posts assim!=)
Apesar de gostar MUITO de ler não tenho um livro favorito.E da tua lista só li o 1º.Mas,muito provavelmente vou procurar todos os outros na FNAC e ler um bocadinho de cada um para comprar algum.Porque mais do que um me despertou IMENSA curiosidade.
Repito aquilo que escrevi no início do comentário;ADORO posts destes porque como gosto de ler gosto de saber a opinião de outras pessoas sobre livros que vou ler ou já li.Aqueles comentários que costumam vir nos livros feitos por jornalistas de consagradas publicações para mim são forçados...

Estudante disse...

Poison: é giro não, é? Aliás, até são dois volumes :P gostei mesmo muito!

Bird: esse também anda cá por casa mas nunca o li :P

Miss Worm: ora essa, não temos que ler todos os mesmos livros! Eu vi esse filme... :P achas que o livro é melhor?

Mim: não é nada um comentário chato! Eu gosto que comentem :P Não conheço o "Esteiros". Também gosto muito de Eça e já li Alves Redol e gostei :)

Pink Stuff!: se tivesse muito dinheiro, passava o tempo todo a comprar livros :P também gosto muito de ler! Pois, todos os livros (e filmes) têm sempre um bom comentário na contra capa mesmo que não prestem para nada... ;)

Susi disse...

Eu sou uma apaixonada por Agatha Christie! Adoro policiais! Mesmo mesmo mesmo :p

Gasper disse...

Opá adoro O Principezinho! Li-o a primeira vez praí com 10/12 anos e detestei. Não percebi porque é que toda a gente dizia que era um livro tão giro, não tinha qualquer piada. Quase 10 anos mais tarde, voltei a lê-lo e apaixonei-me! Fez-me tantoooo sentido. A partir daqui, reli-o várias vezes :)

Binocas disse...

No Verão li "Torrada queimada - e outras filosofias de vida" da Teri Hatcher e encontrei lá umas palavras bonitas, também gostei muito de "Siddhartha" do Nobel Hermann Hesse, é diferente. Muito boa lista, ainda não li esses todos mas "O Velho que Lia Romances de Amor" é fantástico sim. :) [tenho dado cá uns saltinhos para levar os posts sempre em dia! eheh mas a ver se dou mais sinais de vida]

Ritinha disse...

Infelizmente não consigo ler tanto quanto gostaria, em média só consigo ler 4\5 livros por ano e num melhorzinho vai aos 6!

De todos só li "O Principezinho", que reli recentemente!

Da tua lista, vou aproveitar os 50% de desconto em vale no site wook e vou comprar "O Pianista" porque se o filme é um dos meus preferidos, e se tu dizes que o livro é muito melhor que o filme, então vou comprar!

Tudo o que sejam livros sobre a IIGuerra Mundial, não sei porque mas fascinam-me!

Sendo assim vou guardar o titulo "Solidão no Gelo" para um dia comprar, ou requisitar numa biblioteca!

Este é outro defeito meu, eu acho os livros uma coisa tão especial, que os quero sempre para mim, e por isso prefiro comprar a ir a uma biblioteca! Mas tenho de me deixar disso, que a crise está aí!

Estudante disse...

Susi: os livros dela são mesmo bons! Nunca descobri o assassino x) ela tem sempre um fim inesperado...

Gasper: é lindo esse livro :) como é que alguém consegue ter toda aquela sensibilidade??

Binocas: Não conheço o "Torrada Queimada" :P mas tenho um livro do Hesse que por acaso nunca li...

Ritinha: também sou fascinada por livros da II Grande Guerra :P eu também raramente requisito livros na biblioteca... mas fica muito mais económico!

Ju disse...

Concordo com o que dizes sobre o Principezinho, infelizmente só o li uma vez e bem tarde...foi há coisa de um ano, quero lê-lo novamente, porque penso que com o passar do tempo vamos sempre encontrando novos significados para o livro. Os romances muito históricos não gosto, tipo esse que fala do Rei Artur, tenho a certeza que não vou gostar, agora o "Em memória de todos os meus" pareceu-me ser muito, muito interessante. A filha do capitão já te tinha dito que estou a ler neste momento. Convite para a morte também já li, fiquei parva com o final lol. Adorei o filme Pianista, portanto tenho rapidamente que ler esse livro (desconhecia a sua existência!). Os meus preferidos são: Diário da nossa Paixão de Nicholas Sparks (é verdade, eu gosto dos romances dele lol), As intermitências da morte de José Saramago, a Vida num sopro de José Rodrigues dos Santos, O Pacto de Jodi Picoult, a saga Twilight (é verdade, tb sou dessas parvinhas que adora os livros lol), a Casa dos Espíritos de Isabel Allende e agora não me lembro assim de mais nenhum :p *

Desatinado disse...

Um livro que me marcou, assim de repente... Cem Anos de Solidão, mas pela negativa. Gorou as minhas expectativas por completo.
Nunca consegui entender aquela teia, aquela família esquisita, aquelas gerações todas... deve ser defeito meu, porque o homem (penso que) ganhou o Nobel.
De resto não sou capaz de destacar um dos muitos que li.

...Ju... disse...

"retalhos da vida de um médico" - fantástico! ninguém diria que um livro tão velhinho me divertiria tanto!

XL disse...

Nunca leste a Trilogia do Senhor dos Aneis?

Estudante disse...

Ju: pois o final do convite para a morte é a melhor parte do livro! :P Leste a saga Twilight? E achas que vale a pena?

Desatinado: sim, também já me arrependi de vários livros que li! Que perda de tempo :P esse nunca li...

...Ju...: também gostei muito! :P

XL: por acaso não, mas os filmes são dos meu favoritos :) tu leste? Gostaste?

Ju disse...

Eu acho que vale a pena, adorei mesmo, mas eu sou super romântica, então aquela história toda à volta do "ora acontece, ora não acontece" deixou-me mesmo presa. Nunca li tão rápido outro livro, cheguei a estar de madrugada a ler aquilo de enfiada horas e horas. :P

Xs disse...

Ainda não li nenhum desses!

Silver disse...

Eu admiro quem consegue ler tantos livros. Sei que é uma coisa que nos ajuda imenso. Dá-nos cultura. Ensina-nos lições, ensina-nos novas palavras... Ajuda-nos a escrever melhor.
Mas eu não consigo.
Tenho pena. E tenho de mudar isto. Embora agora tenha muito livros do curso para ler. xD

Estudante disse...

Ju: estou a ver :P talvez um dia me aventure nessa saga!

Xs: nem O Principezinho? :P

Silver: isso é porque ainda não encontraste o teu género de livro :P ui, livros de curso! Nem medigas nada x)

AnaRute disse...

se te fascinam livros da II Guerra Mundial, aconselho-te os "Anagramas de Varsóvia" de Richard Zimler. É espectacular, eu adorei pelo menos, é uma história que prende do início ao fim (:

Estudante disse...

Ana Rute: a sério? Tenho de ver se encontro esse ;) obrigada pela sugestão Ana.

XL disse...

Li e Recomendo! podes iniciar pelo Hobbit que é o inicio das trilogia