quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Perdão?...

Américo Amorim disse que não se considera um homem rico.

Bem vistas as coisas, eu realmente devo ser a cauda da base da cadeia alimentar...



Inté*

11 comentários:

L.O.L. disse...

lol :)

MarcoLino disse...

É um convencido. Acha que não é um homem rico, porque pensa que é um rico homem ahah.

SuperSónica disse...

és tu e eu...dassssss

Quadrada disse...

Isto é para rir ou para chorar? Uma pessoa até fica na dúvida, 'dass...

Paula disse...

A base da cauda da base da cadeia...

L.O.L. disse...

http://tasebemnaminhabarraca.blogspot.com/2011/08/nao-me-considero-rico-sou-trabalhador.html

lololol.

Estudante disse...

L.O.L: ;)

MarcoLino: ahaha x) belo trocadilho!

SuperSónica: e como nós mais uns milhões...

Quadrada: eu acho que é para chorar...

Paula: para eles nós somos a mer**

L.O.L: nem o matumbo fica indiferente! x)

Anónimo disse...

Eu penso que ele deu uma boa resposta comparada com os outros ricos de Portugal.
''Eu não sou rico, eu sou trabalhador'' a segunda parte da frase é muito importante.
Não conheço o senhor, não sei se é corrupto como os outros ou não. Mas ás vezes os ricos não tem culpa de ser ricos, ás vezes trabalharam e foram bem sucedidos na vida. E há sempre aquelas pessoas que cruzam os braços e que ficam á espera que o dinheiro lhe venha bater á porta, mas também há quem trabalhe e mereça.
Claro que há aqueles (a maioria) que são autênticos corruptos.
Mas a resposta que o Senhor deu foi muito boa comparada com ''ahh eu só ajudo o país se os outra que pertencem á minha classe o fizerem''


È só uma opinião, parabéns pelo blog. :)

Estudante disse...

Anónimo: primeiro que tudo, obrigada pelo elogio :) Quanto ao comentário, não digo que ele não mereça o dinheiro que tem. Mas já viste a quantidade de trabalhadores em Portugal que não tem onde cair morto? Como é que ele pode dizer que nãó é rico?... Aqueles que dizem que só ajudam se os outros ajudarem, está mais que visto que não querem é ajudar nada, não é verdade?... Aí, concordo contigo ;)

Volta sempre!

Anónimo disse...

A minha experiência pessoal mostra-me que não basta ser trabalhador (e bom!)para ser rico. Aqui onde eu trabalho vale mais sr "dótor", não fazer nada e receber um ordenado chorudo ao fim do mês, à custa do trabalho alheio. Outra medida melhor que trabalhar é "engraxar" no emprego a pessoa certa...
Claro que nada disto tem a ver com o Sr.Américo Amorim, mas é um facto, e ilustra a realidade portuguesa, sobretudo no interior.

Estudante disse...

Anónimo: ora bem! Ser um bom trabalhador não é garantia de uma justa recompensa ao fim do mês, infelizmente...