quarta-feira, 3 de julho de 2013

At first sight

O Amor à primeira vista é muito gabado. Expoente máximo daquilo que pode ser o sentimento mais amado (e mais odiado) do Mundo. Quanto a mim, o amor à primeira vista é sobrevalorizado. Eu não acredito no amor à primeira vista; o amor pressupõe tanta coisa... como é possível amar alguém sem a conhecer? Nah... amor à primeira vista não é amor. É outra coisa - arranjem-lhe outro nome!
Eu acredito muito mais no amor à segunda vista, à terceira... quando uma pessoa aparece todos os dias, vezes e vezes sem conta; quando todos os dias gostamos um pouquinho mais dela. O amor à primeira vista só existiria se, depois de sabermos que amamos, víssemos a nossa pessoa outra vez, pela primeira vez...
Inté*

15 comentários:

IceQueen disse...

Sou da mesma opinião, também não acredito em amor à primeira vista...até porque é o interior da pessoa que nos faz apaixonar por ela. Mas com isto não estou a querer dizer que a aparência não conta :P

R. Vieira disse...

Bem pensado!!! Concordo contigo. Amor tem que ser cultivado... tem que sera amado e ir amando! sei lá...

Gosto de te ler novamente!
Abraços!

Adorei a cara nova do blogue!

Deia disse...

sim, nao acredito nessas coisas à primeira- é como dizia o principezinho: é preciso cativar as pessoas. :)

Inês F. disse...

eu defendo que te podes apaixonar à 1ª vista. O amor vem mais tarde. Vem da vista, do toque, da escrita, do olfacto, do sabor :3

Jedi Master Atomic disse...

O que vem à 1ª vista não é amor, é atração.

Estudante disse...

IceQueen: tudo conta ;)

R. Vieira: obrigada :D

Deia: :)

Inês. F: :)

Jedi Master Atomic: concordo ;)

Eve disse...

à primeira vista chama-se atracção.. amor controi-se, e isso leva tempo e conhecimento de ambas as partes

Never Told Words disse...

concordo contigo! à primeira vista é atarcçao é química é interesse.. amor não é!

faa m. disse...

foi para isto que te inspirei? para deixares de ser romântica? :P

mas yah, se há coisa que não acredito é em amor à primeira vista. quanto mais não seja paixão pelo exterior da outra pessoa.

Estudante disse...

Eve: concordo contigo! ;)

faa m: ahaha :P não... não foi este o post!

patrícia disse...

Concordo! Já me aconteceu conhecer alguém e ter logo a ideia de que essa pessoa era perigosa, de que podia gostar muito dele. Eee... estava certa. À medida que o fui conhecendo, fui-me apaixonando. Ainda não me passou.
Agora... se acredito que o amo? Não. Não acredito que o amor seja isto, acho que tem de ser mais, e mais forte. E tem de ser construído com calma. Acho que há muita gente a confundir amor com paixão :)

Mam'Zelle Moustache disse...

Também não acredito nessa treta. Já à segunda, terceira ou quarta (vista) é difícil de acontecer, quanto mais à primeira...

Estudante disse...

patrícia: talvez... quem sabe :P ainda não inventaram nada que possa medir esse tipo de sentimentos!...

Mam'Zelle Moustache: ahaha x)

Paula disse...

Estou contigo, acho que um grande amigo(a) é mais susceptível de se tornar um grande amor!

Embora não exclua que uma atracção à primeira vista possa vir a ser um grande amor, desconfio muito...

Estudante disse...

Paula: :)