sexta-feira, 19 de julho de 2013

Continuação da minha crueldade infantil...

Na continuação deste post, lembrei-me de dois episódios que me marcaram para sempre, mas marcaram ainda mais a minha irmã.

Um certo dia de Inverno, o Avô ensinou-nos a fazer barquinhos de papel. Lá fizémos os barquinhos e, como boas engenheiras, Estudante e irmã decidiram testar a resistência das novas estruturas navais num tanque próximo de casa. O tanque, não era um tanque qualquer: era o tanque com que a gente daqui rega as terras de cultivo e portanto, era um tanque bastante grande que, em tempos remotos serviu muitas vezes de piscina improvisada.

Importa para esta história ter em conta que um dos lados do tanque se encontra ao nível do chão, visto que foi construído contra uma rampa.

Ora, a minha irmã decidiu colocar o barquinho dela a flutuar e deixou-se ficar de cócoras mesmo junto à água (naquele tal lado ao nível do chão) e vê-lo ir e vir consoante o vento soprava. Estava tudo na paz do Senhor quando a miúda se lembra de me dizer, a mim que estava justamente atrás dela, para não a empurrar para o tanque.

O que tu foste dizer! SPLASH! Não resisti e empurrei-a lá para dentro. Não aconteceu nada porque, apesar de a pobre criança ainda não saber nadar, safou-se muito bem e com o medo dos sapos que poderiam andar por ali, pôs-se cá fora em dois minutos.

O segundo episódio não foi tão engraçado porque resolvi empurrá-la de um muro para baixo e a miúda aterrou num monte de ervas e mais algumas coisas. Cuspiu palha durante três dias...

O Freud já não anda por aqui, mas se andasse, provavelmente me diagnosticaria como uma potencial serial killer.


PS: ainda não vi o Invictus... mas não passa de hoje!



Inté*

13 comentários:

anokas disse...

Ó Estudante, a tua irmã sofreu nas tuas mãos! :P

Mas na do tanque, a tua irmã até tem culpa, foi-te dar ideias e tomou banho!

Espero que os barcos com isto tudo não tenham afundado loool

Paulla disse...

coitada da miúda ahahah xD

Never Told Words disse...

Ahaha irmã de Estudante sofre!! os barcos flutuaram pelo menos? ou ela provocou um tsunami?

Opinante disse...

Os irmãos sofrem sempre muito :P

Opinante disse...

Os irmãos sofrem sempre muito :P

Estudante disse...

anokas: é por isso que ela hoje é uma mulher rija! Por causa destas experiências que eu lhe oferecia x)

Paulla: :P

Never Told Words: ahaha :P deve ter havido um tsunami de certeza...

Opinante: pois é.. eu também sou irmã, sem bem do que estás a falar ;)

Audrey Deal disse...

LOOOOL omg tens mesmo tendências de serial killer ahah

anokas disse...

Realmente, por esse lado foste uma grande irmã! A tua irmã devia-te agradecer de joelhos loool

ateaoscem.com disse...

É tão bom ter irmãos mais novos...

XL

Jedi Master Atomic disse...

Freud não te diria que és serial killer. Ele relacionava tudo com sexo, lembras-te?

Provavelmente ele diria é que estavas a mostrar a tua repressão sexual já nessa idade :P

Táquetinho disse...

Brincadeira que podiam dar mau resultado.
Imagina se a miúda se afoga, ou parte uma pena na "aterragem"?... xD

Estudante disse...

Audrey Deal: ahaha :P já passou!

anokas: nem mais! :D

XL: ahaha xD e da mesma idade é ainda melhor!

Jedi Master Atomic: tens toda a razão :P sabes que ainda me lembrei de escrever algo relacionado com isso, mas depois achei melhor não...

Táquetinho: sem dúvida... mas os miúdos não pensam nessas coisas :P

Jovem $0nhador@ disse...

eheh coitada! O que as crianças se lembram de fazer!