domingo, 8 de novembro de 2015

Introspecção de Domingo

Todos nós, penso eu, idealizamos certos aspectos da nossa vida. Há quem chame a isso "sonhos", outros optam pela designação mais pragmática de "objectivos", mas independentemente daquilo que lhe quisermos chamar, todos acabamos por delinear pequenas ideias e desejos para o resto dos nossos dias.

Fico muitas vezes a pensar se os meus sonhos - eu gosto de chamar-lhes assim - serão os mais apropriados. As minhas ambições não passam pela administração de um grande hospital, pela chefia de uma qualquer instituição ou pelo prémio Nobel. Não sou por isso, à luz dos ideais actualmente estabelecidos, uma pessoa de grandes ambições. Haverá outros aspectos igualmente importantes, certo?

Mas, de todos os sonhos que passam por esta cabeça e coração, será que algum será verdadeiramente útil a alguém? Será que não serão apenas uma forma de satisfação pessoal? Serão úteis a alguém além de mim?

O que interessa ao Mundo que eu conheça muitos países, que tenha uma família grande? Faz alguma diferença que eu tenha uma casa perto do mar ou no meio da serra? Melhora a vida de alguém que eu tenha um grande jardim onde os meus cães possam correr à vontade? Eu acho que não...

Chego à conclusão de que estou a sonhar pouco; de que, no geral, talvez grande parte de nós, sonhe pouco. Temos de sonhar também pelos outros... se calhar, sonhar aquilo que outros não sabem que deveriam sonhar.



Inté*


8 comentários:

agatxigibaba disse...

Os nossos sonhos /objectivos visam a realização pessoal e são, sempre, o espelho do que somos e do que para nós é prioritário. Para grande parte das pessoas o seu bem estar vem primeiro, o que não é errado pois se não estivermos bem não fazemos bem a ninguém à nossa volta. Contudo, acho que os nossos projectos não se devem cingir só a nós, já que não vivemos sozinhos no mundo :)

Bella Condessa disse...

Ao menos ainda sonhas, eu já me deixei disso :/

Estudante disse...

agatxigibaba: exacto, concordo contigo :)

Bella Condessa: ora essa, não deixes! ;)

esperto que nem um alho disse...

Talvez a satisfação dos nossos sonhos nos faça melhores pessoas e, desse modo seremos muito mais úteis e prestáveis aos outros.
Talvez não se note do mesmo modo em todas as profissões. Ninguém se deve importar muito se o mecânico acordou com azia e vai apertar mal o filtro de ar do carro. Mas não é muito agradável estar doente e apanhar logo de manhã com uma médica frustrada. ahahahahah

Pretty in Pink disse...

Realmente não tinha pensado nisso nessa perspectiva mas acho que tens toda a razao =)

Beijinho*

AvoGi disse...

Quem não sonhga? O sonho faz parte da pessoa e queem nao sonha ou idealiza não vive somente sobrevive.
Kis:=>)

Estudante disse...

esperto que nem um alho: bom ponto de vista :D sim, talvez só o facto de sermos felizes pode ser algo muito útil a este Mundo :P

Pretty in Pink: :)

AvoGi: é verdade ;)

Linhas Cruzadas disse...

Excelente ponto de visto. Gosto quando leio alguma coisa que me deixa a pensar.