quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Limites, cadê?

Há poucos dias, alguém falou sobre "limites". Limites são, na grande maioria das vezes, barreiras abstractas que nós criamos nas nossas mentes. Concretamente, não existe nada que limite os nossos sonhos e desejos. Nada palpável nos impede de conseguirmos aquilo que nos propusemos e, quanto mais cedo nos apercebermos disso, mais cedo atingiremos os nossos objectivos. 

Não deixemos que as nossas amarras sejam aquilo que nos demove da luta e da caminhada. Um sonho e uma barreira não são compatíveis; quem idealiza um sonho não idealiza um limite!

Até prova em contrário, tudo é possível.



Inté*

12 comentários:

Linda Blue disse...

Eu até concordo, desde que os nossos sonhos e objectivos não prejudiquem ninguém, e não sejam tão irrealizáveis que possam vir a constituir uma frustração para nós.
De resto, siga! :)

Estudante disse...

Linda Blue: um sonho que prejudique alguém nem se pode apelidar de sonho :P mas a verdade é que temos muitos exemplos na história em como objectivos maus foram atingidos. Não há nenhuma força que impulsione as coisas más e trave as coisas más... mais uma razão para que todas as pessoas que têm bons objectivos não desistam deles :)

esperto que nem um alho disse...

Muitas vezes quem idealiza um sonho, acaba a esbarrar nos limites da realidade. :/

Gata disse...

Devia haver limites para os pensamentos negativos, isso sim!

Estudante disse...

esperto que nem um alho: se calhar algumas vezes, mesmo após esbarrarmos nesses limites, há alguma coisa que possamos fazer :)

Gata: era mesmo ;)

Marlene Cardoso disse...

Sempre à favor da ideia de que o céu não é o limite.
Há que acreditar sempre em nós mesmos :)

Mam'Zelle Moustache disse...

Bem, essa cena das barreiras, já me mentalizei que não fazem grande sentido. Finalmente. Agora só me falta ter sonhos/objectivos. E, este meu defeito de nunca ter tido sonhos ou grandes objectivos de vida, palpita-me que vai ser muito mais difícil de ultrapassar...

Estudante disse...

Marlene Cardoso: isso mesmo! ;)

Mam'Zelle Moustache: se calhar nem sempre é preciso ter grandes sonhos :) e talvez tu até tenhas objectivos de vida bastante importantes, só que não os vês dessa maneira... o que interessa é ser feliz ;)

Gaja Maria disse...

Concordo contigo quando falamos nos nossas limites pessoais, mas sempre me disseram que tudo tem o seu limite e de facto vemos limitarem-nos todos os dias a toda a hora. Os outros, são os nossos maiores limites. Bj :)

Estudante disse...

Gaja Maria: pois é... mas se calhar temos de encontrar uma maneira de ultrapassar quem nos quer limitar :P

Paula disse...

Essa é a essência da filosofia: questionar um limite e ir mais além!

Estudante disse...

Paula: ;)