quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Boa pergunta...

Num livro que li, o autor colocava a seguinte questão: "Prefere ser feliz ou ter razão?". E agora pensam vocês: "Estudante, que raio de livros andas tu a ler? Vai mas é estudar Anatomia e deixa-te de filosofias". Eu prometo que vou, só um minutinho.

Queria o autor questionar-nos acerca da pertinência e utilidade de discussões e argumentações exaustivas em que tentamos por tudo o que existe, demonstrar que temos razão; em que tentamos fazer com que o outro aceite o nosso ponto de vista como o correcto. E pensando bem, será que a maioria destas discussões valerá a pena, mesmo quando temos razão? Não serão todas, obviamente, mas existem conversas que pouco diferem de estarmos a bater com a cabeça na parede. E explicamos, desenhamos, gesticulamos... mas o outro parece que não atinge. 

Quando é assim, sinceramente, eu desisto. Então quando se trata de uma tentativa de desconstruir uma interpretação errada de algo que eu disse, é exasperante. Nós somos responsáveis por aquilo que dizemos, mas nunca por aquilo que o outro poderá interpretar... é injusto, eu sei. É por isso que é bom estudar Anatomia; saber quais os locais mais vulneráveis para desferir um golpe que cale o teimoso cabeçudo de vez.

Mentira. Abaixo a violência! Mas às vezes, apetece enfiar um valente sopapo na cara de algumas pessoas...



Inté*


20 comentários:

Sci disse...

Escolho a primeira opção, sem hesitar :)

(mas que às vezes apetece o sopapo, lá isso apetece...)

Maria do Mundo disse...

Aos 43 anos, cheguei à conclusão que, a menos que esteja em causa uma questão de justiça para com terceiros, não vale a pena gastar energia a discutir. Prefiro ser feliz!

Estudante disse...

Sci: apetece, né? ;)

Maria do Mundo: é isso mesmo :)

Zé do Pipo disse...

Se for possível, não me importo nada de ser feliz e ter razão, mas não perco tempo com calhaus. Ou percebem, ou metem explicador. lol

Agridoce disse...

Não sei qual é o livro que estás a ler, mas li recentemente um que dizia que nunca se podia ganhar uma discussão. Mesmo quando ganhamos, perdemos sempre alguma coisa pelo caminho... Fez-me muito sentido :)

Estudante disse...

Zé do Pipo: ahah :P pois, quando se pode ter as duas coisas...

Agridoce: é uma perspectiva engraçada :)

A Nossa Travessa disse...

Querida Estudantamiga

É sempre a questão do ovo da galinha. Por isso há alturas em que nos dá a gana de dar com um gato morto no trombil do outro com quem discutimos ingloriamente até o gato miar...

*****************

NOVO TEXTÍCULO

CONTINUA A SAGA DA IMPOSSIBILIDADE – SABE-SE LÁ POR QUE MOTIVO… - DE ACTUALIZAR A INFORMAÇÃO SORE OS NOVOS POSTS COLOCADOS AQUI NA NOSSA TRAVESSA E QUE DEVERIA APARECER NO TEU BLOGUE MAS INFELIZMENTE NÃO APARECE.

POR ISSO CONTINUAREI ESTA METODOLOGIA PARA TE AVISAR SEMPRE QUE HAJA UM NOVO ARTIGO. É O CASO DE ONTEM EM QUE PUBLIQUEI UM TEXTO – VÊ LÁ O QUE MEU NA GANA – QUE É UMA “NOVA VERSÃO” DO “TRIUNFO DOS PORCOS” DO SR. ORWELL. QUE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO ME CUBRA DE BÊNÇÃOS… JÁ QUE NÃO ME PODE COBRIR DE OUTRA MANEIRA…

Henrique, o Leãozão

Lápis Roído disse...

Há quem seja feliz sem ter razão, há quem seja feliz ao ter razão, há quem tenha razão para ser feliz e quem não seja feliz por não ter razão para sê-lo. Eu sei que não é sobre jogos parvos com palavras que queres falar, mas apeteceu-me :P Sobre as partes corporais mais sensíveis à dor, diz-me cá: é mesmo preciso estudares Anatomia para as conheceres? :P

Pedro Coimbra disse...

Quem nunca teve de enfiar um babano nas trombas do vizinho que atire a primeira pedra.
Bfds

Jedi Master Atomic disse...

Aposto que esse mesmo autor também diz no livro algo do género: "Escolhe as tuas batalhas com cuidado. Não é preciso lutar em todas." :P

Andrea disse...

Sem dúvida ! Por vezes nem sempre o que dizemos é interpretado de forma correcta.

Ju Figueiredo Silva disse...

Muito acertado aquilo que tu disseste... com o passar do tempo acho que começo a perceber que efetivamente, por vezes, vale mais ser feliz do que (tentar) ter razão :)

м♥ disse...

Prefiro mil vezes ser feliz e incompreendida do que ter razão. Há coisas e pessoas com quem não vale mesmo a pena discutir.

estrela disse...

eu confesso que nunca tive paciência para andar a discutir por causa de um determinado ponto de vista, para mim cada um fica com a sua e pronto!!!

Carpe Diem disse...

As discussões cansam. Prefiro mil vezes ser feliz :)
Beijinhos

Estudante disse...

A Nossa Travessa: ahah :D o meu Avô também costuma dizer uma coisa parecida!

Lápis Roido: estás um poeta :P saber Anatomia ajuda a conhecer não só os sítios mais vulneráveis, mas também os sítios com outras características que eu não posso dizer :P

Pedro Coimbra: ahah :D tal e qual!

Jedi Master Atomic: não diz exactamente essas palavras, mas diz algo do género! :)

Andrea: infelizmente, acontece :P

Ju Figueiredo Silva: :)

M: sem dúvida ;)

estrela: ora bem :)

Carpe Diem: cansam mesmo :)

Gata disse...

Eu agora penso que a minha saúde é demasiado preciosa para me desgastar com coisinhas, então nem me canso!

Estudante disse...

Gata: ora, fazes muito bem ;)

Teresa disse...

Ser feliz!!!!

Estudante disse...

Teresa: :)