terça-feira, 18 de outubro de 2016

Tarefas...

Está ali na minha cozinha, uma panela de sopa a pedir insistentemente para ser feita e não há ninguém, ninguém!, que se compadeça da pobrezinha. Vou ter de ser eu, não é? Vou ter de ser eu a acudir a coitada...

... e ao cesto da roupa para passar...

... e à limpeza de amanhã...

... e, basicamente, cá em casa, estas coisas só chamam por mim. Podiam chamar pelos vizinhos, não era? Ou pela minha segunda personalidade e dividíamos isto a meio.



Inté*

11 comentários:

Zé do Pipo disse...

Na sopa ainda dava uma ajuda, sou quase sempre eu que faço a sopa para a semana... o resto dispenso. Era capaz de dar um jeito na limpeza, mas passar a ferro nunca me aventurei. :)

Estudante disse...

Zé do Pipo: a sopa já está ;) obrigada na mesma :D

Lápis Roído disse...

Graças a Deus, tens esse coração generoso... e um estômago exigente :P

Gaja Maria disse...

Eu cá estou fora :))
Já tenho a minha dose. Blhac!

Estudante disse...

Lápis Roído: um estômago exigente? por comer sopa? :P há lá coisa mais simples! ;)

Gaja Maria: compreendo perfeitamente ;)

Andreia Morais disse...

É uma indecência! Como assim só chamam por ti? :p

Lápis Roído disse...

Ah, mas não será uma sopa qualquer. Será uma sopa que reúne os melhores ingredientes, numa sumptuosa combinação de sabores agradabilíssimos! Agora saí-me bem, não saí? :P

Estudante disse...

Andreia Morais: só chamam por mim porque não podem chamar por mais ninguém :P

Lápis Roído: ahaha :P meu Deus, quanta imaginação!

Alex disse...

Há dias em que custa tanto!

Teresa disse...

Curioso! Na minha casa é igual! Tudo chama por mim! Mas por vezes faço-me de surda!

Estudante disse...

Alex: é verdade..

Teresa: ahaha :P